Saiba como o marketing digital pode ajudar sua imobiliária

Com a popularização da internet, cada vez mais a forma de fazer negócio vem mudando. E não é diferente com o mercado imobiliário.

Hoje fazer marketing digital para a sua imobiliária não é mais um extra, mas um investimento necessário para se manter competitivo. Nesse post vamos falar um pouco mais sobre as possibilidades que o marketing digital pode oferecer para a sua empresa e também daremos algumas dicas de como se atualizar e fazer um bom marketing online.

Como o marketing digital pode ajudar meu negócio?

Cada vez mais as pessoas estão abandonando o hábito de procurar imóveis nos classificados de jornal ou andando de imobiliária em imobiliária. Hoje a internet é uma plataforma amplamente utilizada por quem está em busca de um novo lar.

Uma pesquisa feita pelo Portal VivaReal identificou que no público entre 18 e 35 anos mais de 50% das pessoas utiliza aplicativos para procurar imóveis. O mesmo levantamento apontou que 87% dos consumidores que procuram um imóvel preferem ser contactados pelos corretores por email.

Por isso é tão importante que a sua imobiliária esteja na internet, para que possa acompanhar o mercado e se manter competitiva. O marketing digital pode lhe ajudar a ser encontrado, além de ser um canal para relacionamento com seus clientes e um excelente meio para a captação de leads.

O básico bem feito

O primeiro passo para o marketing digital da sua imobiliária deve ser a criação de um site atualizado. Mesmo se você já tem um site mas ele já tem alguns anos, você deve considerar a sua modernização.

Na internet as tendências e os recursos estão sempre se modificando, por isso é importante manter o conteúdo e também os recursos e o visual do seu site sempre em dia. Muitas empresas de webdesign já tem modelos padrão para imobiliárias, o que pode facilitar e baratear o processo para você.

É importante ter no seu site um espaço para exibir as suas ofertas de imóveis sempre com boas fotos e informações atuais. Outro item fundamental são as informações de contato, que vão facilitar pata quem desejar entrar em contato.

Quem não é visto, não é lembrado

Tendo um bom site, você precisa divulga-lo para que os clientes em potencial cheguem até você. Para isso, invista no envio de e-mails para seus clientes, na otimização do seu conteúdo para que ele seja encontrado no Google e também em anúncios em sites e redes sociais.

Anunciar os seus imóveis em portais e aplicativos do mercado imobiliário também é fundamental. Hoje existem várias opções  com excelentes números de audiência.

Dialogando nas redes sociais

A internet também pode ser um ótimo canal para dialogar com seus clientes e prospects. Para isso, invista em redes sociais e também em uma boa estratégia de email marketing. O segredo para o sucesso é saber manter a conversa, sem se tornar inconveniente, direcionando o conteúdo certo para o público certo.

Medir para ir além

Só existe uma forma de saber se as suas estratégias de marketing digital estão funcionando: medindo. Você pode e deve analisar os relatórios de tráfego do seu site e também da sua ferramenta de disparo de e-mails.

Além desses dados mais técnicos você pode também usar soluções simples, como registrar nos cadastros dos seus clientes como eles chegaram até você (site, anúncio, indicação, etc.). Assim, você consegue saber quais os recursos que estão dando mais resultado para poder investir mais neles.

Ter um bom site, divulgar seu negócio, conversar com seus clientes e medir seus resultados são os principais pontos para o marketing digital da sua imobiliária. Estes pontos exigem investimento de tempo e dinheiro mais podem lhe trazer resultados positivos e duradouros.

Gostou das dicas? Quer conhecer outras formas de manter a sua imobiliária sempre a frente? Então clique e conheça o Programa de Qualidade Imobiliária desenvolvido pelo SISTEMA COFECI – CRECI.

Como criar um plano de treinamento para os corretores e alavancar as vendas da sua imobiliária

A postura apresentada pelos seus corretores de imóveis é assunto sério. A maneira como estes profissionais se portam com os clientes reflete não apenas no fechamento de determinada venda, mas na imagem da empresa como um todo. Um cliente bem atendido tem muito mais motivação para voltar a sua imobiliária e para indicá-la aos amigos. Por isso, investir em um bom programa de treinamento é fundamental para melhorar as vendas individuais dos corretores e também para garantir que a imobiliária tenha destaque no mercado. Saiba mais:

Por que investir em um plano de treinamento para corretores?

Para garantir a excelência no atendimento

Com o plano de treinamento, o corretor tem acesso a uma série de informações que ajudam a melhorar o relacionamento com o cliente. Como tratar cada perfil de comprador e de vendedor, por exemplo, e como aprender a identificar as necessidades de cada um. Isso é fundamental para que os clientes se sintam bem atendidos e saiam satisfeitos da imobiliária.

Para padronizar o atendimento

Cada corretor tem a sua maneira pessoal de conversar com os clientes em potencial, mas é importante que exista uma padronização neste atendimento. Este é um elemento que dá mais segurança aos clientes que visitam a imobiliária e é uma demonstração de profissionalismo e organização. Para que a empresa tenha destaque no mercado, é importante que o atendimento seja uniforme e de qualidade.

Para organizar a imobiliária

O treinamento também é importante para desenvolver a habilidade de organização dos funcionários da imobiliária. Para que eles saibam qual é a melhor forma de organizar cadastros, fotos dos empreendimentos imobiliários e a carteira de clientes. Isso garante maior agilidade e mais produtividade no dia a dia de trabalho.

Como criar um programa de treinamento para a imobiliária

Entrevistas de qualidade

Invista em ações que ajudem a desenvolver competências de relacionamento importantes para seus corretores. Eles precisam estar aptos a entender o que cada cliente busca e a encontrar soluções rápidas que atendam as suas expectativas. Por isso, inserir técnicas de comunicação no programa é uma ótima ideia.

Ferramentas úteis para corretores

Existem algumas técnicas eficientes para aprimorar o trabalho destes profissionais. Um exemplo é a técnica 5W2H, compartilhada aqui pelo consultor e coach Guilherme Machado. Esta é uma dica de ferramenta de gestão, que ajuda a planejar e organizar o atendimento feito pelos corretores. Basicamente, o profissional deve responder sete perguntas: o que será feito, quem fará, onde será feito, quando será feito, por que será feito, como será feito e qual é o custo? Esta é uma maneira de organizar o atendimento e garantir que ele seja completo.

A tecnologia como aliada

Use a tecnologia a favor da sua empresa. Adote o uso de softwares que ajudem a garantir a padronização de um atendimento de qualidade e invista tempo para que seus corretores aprendam a utilizá-lo para alcançar uma maior produtividade no trabalho. Organizar os processos de atendimento é uma forma de aumentar o rendimento e de melhorar os serviços oferecidos aos clientes em potencial.

Sua empresa conta com um procedimento desenvolvido para um atendimento padronizado e de qualidade? Clique aqui e conheça nossas soluções para sua imobiliária.

Dicas para padronizar processos comerciais em sua imobiliária

Quem atua no segmento imobiliário sabe que este mercado possui grandes concorrências, e para se destacar é preciso se diferenciar por meio de melhorias contínuas.

Mas e você, já se perguntou como anda o setor comercial de sua imobiliária? A insatisfação de clientes, falta de comunicação interna, falta de controle da equipe, perda de oportunidades em carteira de clientes são somente alguns dos problemas enfrentados por empresários que administram imobiliárias. Logo, em meio as dificuldades enfrentadas na empresa, o grande vilão pode estar na falta de padronização de processos comerciais. Veja os detalhes a seguir e saiba como buscar a padronização:

Porque padronizar processos comerciais em imobiliárias?

A padronização é uma forma de tornar o gerenciamento de rotinas mais eficiente, pois define e documenta procedimentos, estimulam uma análise crítica e busca uma melhoria contínua.

Sabe-se que as melhorias dentro do setor imobiliário devem ser constantes e neste caso, os processos devem ser mudados para serem melhorados.

Com isso, o objetivo da padronização é fazer com que as mudanças sejam compreendidas e executadas por todos os membros, para representar um crescimento real para a empresa. Mas por onde começar? Veja os detalhes a seguir:

Criando processos comerciais padronizados

Muitas imobiliárias atuam dia após dia com metodologias baseadas em experiências práticas e em muitos casos copiam estratégias de seus concorrentes afim de tentar se igualar no mercado.

Com o passar do tempo, notam que a satisfação dos clientes é cada vez menor, a rotatividade de corretores é frequente e o setor financeiro também deixa a desejar.

Deste modo, é possível observar que a maior falha para a existência destes problemas está na falta de padrão de todo o ciclo comercial. Logo, seja para quem já atua no mercado imobiliário ou para empresários que estão iniciando neste segmento, vale a pena avaliar as seguintes dicas:

Construa uma postura ativa

Ter uma postura ativa no mercado é basicamente não esperar os clientes virem até a empresa, mas sim, ir até eles e mostrar o seu produto/ serviço.

Quem atua no ramo imobiliário deve estar atento a este ponto, pois a tendência de quem espera pelos clientes, é acabar por não consegui-los e deixá-los livres para a conquista da concorrência. Deste modo, é essencial que as imobiliárias que desejam se destacar no mercado, passem a adotar posturas ativas afim de expandir suas marcas e ampliar sua carteira de clientes.

Alimente seu funil de vendas

A criação de Leads é basicamente a primeira etapa para iniciar as negociações. Nesta fase imobiliária deve criar estratégias para capturar os dados de seu público-alvo. Seja na criação de sites, blogs, desenvolvendo conteúdos ou até utilizando o marketing convencional. Com isso, é importante que a empresa venha a ter estratégias eficientes para geração de leads que posteriormente poderão se tornar clientes.

Saiba atuar em cada fase da negociação

Tão importante quanto captar os leads, é saber gerenciar as negociações conforme a necessidade de cada clientes. Para esta fase, são recomendadas as seguintes dicas:

  • Não se precipite;
  • Saiba conduzir a negociação;
  • Dê atenção a opinião do cliente e respeite seu momento de decisão;
  • Deixe sempre claras suas decisões;
  • Prepare o cliente para a próxima etapa da negociação antes de tomar qualquer iniciativa;
  • Conheça o real interesse do cliente em seu produto antes de prosseguir com qualquer negociação;
  • Conheça as condições do seu cliente. Saiba até quanto ele está disposto a pagar pela negociação.

Não perca o contato

Na maioria dos casos o cliente pode não fechar a negociação logo de primeira. Um grande erro da maioria das imobiliárias nesta fase, está em simplesmente se esquecer de contatá-lo novamente, dando-lhe a impressão de desinteresse.

Portando a dica é: Crie relacionamentos com seus clientes e demonstre interesse em ajuda-lo. Deste modo, a relação tende a se estreitar e as chances da concretização de uma negociação serão cada vez maiores

Reúna a equipe

Se reunir com a equipe que atua em cada processo de contato e negociação com clientes é fundamental para obter feedbacks. Para esta fase é interessante avaliar o que foi aplicado em cada processo e quais são resultados positivos e negativos que podem ser aproveitados e ajustados respectivamente.

Com base nas dicas citadas, foi possível compreender a importância em padronizar o processo comercial de uma imobiliária. Deste modo, além de obter atividades objetivas e organizadas, a padronização mostra-se eficiente para se avaliar os pontos negativos e positivos das negociações e ajustá-los conforme necessário.

 

E você, gostaria de padronizar sua imobiliária para conquistar mais clientes e obter maior faturamento? Conheça o Programa de Qualidade Imobiliária!

Saiba como gerenciar sua carteira de oportunidades após ações de marketing

Você já parou para pensar na quantidade de clientes que sua empresa deixa de conquistar quando não possui um produto ou serviço específico e acaba se esquecendo do cliente?

Deixar de criar um relacionamento com o cliente pode ser uma das grandes falhas de empresários que acabam se esquecendo de um público que tem forte potencial para negociar.

Mas após realizar uma campanha de marketing e receber o público em sua empresa, como gerenciar a carteira de oportunidades e concretizar negociações? Veja os detalhes a seguir:

Falta de gerenciamento e perda de oportunidades

Um dos problemas enfrentados diariamente por empresários, está na perda de oportunidades de vendas por não adotarem a criação de relacionamentos com seus clientes e supostos clientes.

Para compreendermos melhor este cenário, basta observarmos o exemplo de uma imobiliária, onde ao realizar sua campanha de marketing, os clientes vão até a empresa com o interesse em comprar ou alugar imóveis.

Neste mesmo cenário observa-se que o cliente geralmente não fecha uma negociação em uma primeira visita, já que o mercado imobiliário é movido também por pesquisas de preços e qualidades de imóveis.

A imobiliária por sua vez, reconhece o interesse do cliente em negociar, porém, acaba se esquecendo de retornar contato e criar vínculos com este público de alto potencial. Como resultado, o cliente acaba encontrando um imóvel na concorrência que lhe deu maior atenção. Com isso surge o seguinte questionamento: Será que estou gerenciando minha carteira de oportunidades da maneira correta?

Gerenciando oportunidades

É fato que cada empresa possui suas culturas, estruturas organizacionais e atribuições de responsabilidades. De qualquer modo, para um melhor gerenciamento da carteira de oportunidades, cabe ao empresário identificar os membros-chave que deverão atuar nos seguintes pontos:

  • Desenvolver metas de vendas para seus corretores;
  • Garantir o atendimento da carteira de clientes com base na cobertura de uma área ou região para dificultar ações da concorrência;
  • Gerenciar o recebimento de propostas de negócios e acompanhar as casualidades de cada processo;
  • Manter a equipe sempre motivada e treinada;
  • Acompanhar os processos de pós-venda;
  • Administrar a quantidade de imóveis disponíveis e evitar a obsolescência destes;
  • Propor um prazo médio para a realização de negociações;
  • Implementar sistemas incentivadores para seus corretores;
  • Desenvolver relatórios de desempenho e expor resultados com a reunião de todos os envolvidos;
  • Acompanhar e analisar as ações da concorrência;
  • Desenvolver melhorias em apresentação de imóveis com base em experiências coletadas;

O sucesso depende de ações corretas

Obter êxito na gestão da carteira de oportunidades vai além de definir o que será feito, mas também é essencial saber quem, como e quando será realizada cada tarefa.

Para esta fase, é essencial que os administradores saibam delegar as responsabilidades e saibam por quem cada cliente está sendo atendido e qual é o possível resultado esperado.

Outro fator importante está em criar uma cultura organizacional forte onde haja um envolvimento da equipe, capaz de gerar uma comunicação interna adequada onde gestores poderão compreender os diferentes comportamentos e escalar os profissionais adequados para realizarem funções adequadas.

Conforme os pontos aqui citados, foi possível compreender a importância em se gerenciar a carteira de oportunidades de uma empresa. Deste modo, tão importante quando a atuação do marketing na conquista de clientes, é saber administrar de maneira adequada toda a entrada de clientes com potenciais de negociação.

Por fim, vale destacar que o foco na gerência de oportunidades deve ser um processo contínuo, observando-se sempre a evolução e tendência do mercado em que se atua.

Gostou da dia? Quer saber como gerenciar sua carteira de oportunidades de maneira eficaz? Conheça o Programa de Qualidade Imobiliária!

Dicas práticas para reduzir a rotatividade de corretores de imóveis

Administrar uma imobiliária não é uma tarefa fácil e um de seus principais desafios é, sem dúvida, fazer a gestão de pessoas. Além de lidar com questões práticas de administração de pessoal, é preciso também saber lidar com a rotatividade, que pode ser um problema recorrente.

Nesse post traremos algumas dicas simples de serem implementadas, mas que podem ajudar muito a diminuir a rotatividade entre os corretores da sua imobiliária.

Clima Organizacional

Um dos critérios que podem ajuda-lo a reter seus corretores é, sem dúvida, o ambiente de trabalho. Ter um clima agradável e estimulante é fundamental para combater a rotatividade e manter a equipe motivada.

Confira algumas dicas para ajuda-lo nesse sentido:

  • Diálogo é fundamental. Faça com os corretores se sintam a vontade para falar com os gestores da empresa sobre todo o tipo de situação e também comunique-se com eles: dê feedback, compartilhe novidades a respeito dos negócios, mantenha-os sempre bem informados.
  • Compartilhe com sua equipe os seus planos e as metas da imobiliária. Tudo é mais fácil quando todos caminham em prol de objetivos comuns.
  • Crie um ambiente agradável, com condições e local de trabalho dignos, limpos e confortáveis.
  • Ainda que cada corretor tenha suas metas e receba comissões por seus resultados individuais, é importante que todos se sintam como um time. Por isso, estimule a convivência e a colaboração entre todos.

Reconhecimento

Para manter a sua equipe, é preciso que ela se sinta valorizada, por isso é importante investir em reconhecimento, não apenas material.

  • Dê feedback para seus colaboradores e mostre a eles o que espera deles. É importante também elogiá-los quando se destacam e atingem os objetivos propostos.
  • Além das comissões que os corretores recebem, é importante também que recebam outros tipos de benefícios, seja um salário fixo, assistência médica ou mesmo um bônus por alcance de metas. O importante é que ele saiba que seu esforço está sendo recompensado.
  • Estimule uma competição sadia entre eles e premie os corretores que mais se destacarem em um determinado mês ou trimestre. Esse prêmio pode ser financeiro, mas também pode ser algo como uma viagem ou um eletrodoméstico. Se a verba estiver baixa, você pode pensar em um jantar ou um presente simbólico, o importante é não deixar de premiar.
  • Premie também o esforço da equipe. Quando as metas forem batidas ou os resultados forem muito bons, organize um almoço ou algum evento para comemorar.

Essas dicas são apenas algumas ideias do que pode ser feito para manter sua equipe estimulada, valorizada e feliz, diminuindo as chances de seus corretores migrarem para a concorrência.

Você pode executar todas as dicas, algumas delas ou mesmo utilizá-las como inspiração para elaborar suas próprias estratégias. O importante é ter em mente que um colaborador precisa se sentir reconhecido e satisfeito com a empresa e isso vai muito além de questões financeiras apenas. Dinheiro é importante, mas não é tudo, por isso você precisa investir na satisfação pessoal da equipe também.

A diminuição da rotatividade é um dos fatores que pode melhorar a lucratividade de sua imobiliária, mas não é o único. Por isso, o SISTEMA COFECI – CRECI, elaborou um Programa de Qualidade Imobiliária e a Templum Consultoria está homologada para implementa-lo na sua empresa. Clique aqui e conheça mais sobre ele.

Perfil do cliente x Perfil do imóvel: Dicas práticas para não errar na oferta

Para elaborar uma eficiente estratégia de vendas, um corretor precisa planejar com clareza algumas etapas deste processo, entre elas, está a definição do perfil do cliente. Para não errar na oferta do imóvel, o profissional precisa ser, além de tudo, um bom investigador.

Você pode achar complicado e até demorado, mas com certeza ganhará tempo lá na frente, otimizando o seu tempo e também o do cliente. Ninguém gosta e nem tem tempo de fazer inúmeras visitas até encontrar o imóvel certo. Por isso, identifique seu cliente em potencial e crie as estratégias assertivas para vender.

Confira aqui algumas dicas para conhecer o seu público e oferecer o produto certo.

Faça um cadastro detalhado

Elabore um cadastro completo e minucioso que contenha informações importantes sobre o perfil do cliente. Nele inclua informações como idade, profissão, perfil econômico, poder aquisitivo, número de filhos, quantidade de imóveis no seu nome, se possui financiamento imobiliário, estabilidade empregatícia, ramo de atuação, entre outros. Com informações estratégicas será possível definir um perfil aproximado do cliente. Um bom cadastro é ideal para apresentar os imóveis certos.

Crie uma relação com o cliente

Aproxime-se do cliente, converse e ouça tudo o que ele tem para dizer. Nestas conversas informais você receberá dicas valiosas que não estarão no cadastro formal. Quanto mais o cliente conversar melhor para você. Seus gostos pessoais, comportamentos, hábitos e estilo de vida podem ser fatores decisivos na escolha de um imóvel. Um imóvel para uma pessoa solteira será bem diferente de uma para uma família com filhos pequenos, por exemplo. Esses detalhes podem economizar o tempo de ambos.

E acima de tudo, faça perguntas! Não tenha receio, pois isso será uma maneira de elaborar com precisão suas estratégias. Pergunte sobre preferências de bairros, dimensões, preços e muito mais. Um corretor de imóveis precisa conhecer o cliente e isso só acontecerá se você for um bom observador, ouvinte e questionador.

Todas essas etapas serão melhor aproveitadas se você ainda tiver em mãos suporte tecnológico através de programas de qualificação. Assim ficará mais fácil identificar oportunidades e planos para aproveitá-las. Você irá encarar o mercado com mais eficiência e inteligência

Os perfis de clientes

Existem clientes com os mais variados perfis, entre eles o investidor, o que busca a primeira moradia, o que usa a casa para trabalhar, também o que pretende aumentar a família e muito mais. Conhecendo bem o que cada um procura ficará mais fácil acertar o alvo na hora de ofertar o imóvel certo.

A mulher tem grande poder de decisão na escolha de um imóvel. Esteja atento às suas necessidades e preferências para não errar.

Capacidade financeira

Uma etapa importante. Saiba a real capacidade financeira do seu cliente. Pergunte se ele pagará à vista ou será financiamento. No segundo caso, por exemplo, é fundamental que o cliente faça primeiro uma simulação no banco para definir qual será a margem disponível. Mostrar imóveis antes disso é perca de tempo.

Fotos com qualidade para se diferenciar

Faça boas fotos. Aquele velho ditado “uma imagem diz mais do que mil palavras” realmente funciona no mercado imobiliário. Muitos clientes já filtram suas escolhas ao pesquisar as fotos do imóvel pela internet. Então tenha uma boa câmera fotográfica, faça imagens de qualidade e se possível utilize alguns filtros para melhorá-las.

Conheça bem os imóveis a oferecer

Tenha amplo conhecimento sobre as ofertas de imóveis disponíveis. O ideal é que você visite todos pessoalmente em diferentes horários do dia. Para conhecer a vizinhança, nada como andar por ela de forma informal e perguntar como é a rotina para moradores e comerciantes. Questões como incidência do sol, barulhos e vizinhança interferem na escolha do cliente. Tenha essas respostas de imediato, pois isso é fundamental para o cliente saber se o corretor conhece bem o imóvel.

Com um mercado cada vez mais valorizado e competitivo, diferenciar-se é uma questão fundamental para se manter no ramo com credibilidade, qualificação e excelência. Aproveite para melhorar seus resultados e lucrar ainda mais com o Programa de Qualidade Imobiliária – PQI .

Templum Consultoria , líder em implementação da ISO 9001 no Brasil, é a primeira empresa homologada para implementar o PQI.

Ele é um ciclo de gestão evolutivo que acontece em três fases. Ao final de cada uma delas, a imobiliária passa por uma auditoria para conquistar a certificação da etapa em questão, através dos selos bronze, prata e ouro. Além disso, através da Templum, sua imobiliária também estará preparada para receber o certificado internacional de qualidade ISO9001.

Preencha o formulário aqui e um consultor entrará em contato com você.

4 grupos de indicadores para melhorar a gestão da sua imobiliária

Fazer a gestão de um negócio não é uma tarefa simples. Mais do que entender do mercado imobiliário, você precisa entender também de gestão. Cuidar dos seus recursos humanos, das finanças, das questões legais…

E além de tudo isso, ainda tem a principal preocupação que é garantir resultados positivos no final do mês. Mas para garantir um negócio que seja sustentável financeiramente você precisa focar não apenas nos custos, mas também na qualidade do seu trabalho e da sua equipe.

Indicadores Financeiros

Os indicadores financeiros são o pilar de uma boa gestão. Você precisa avaliar constantemente seus custos, sua receita e se há equilíbrio entre eles.

Antes de fazer qualquer investimento, seja em pessoal, em anúncios ou em equipamentos, é preciso avaliar o retorno que esse investimento poderá trazer de fato e ver se irá valer a pena.

Além disso, é preciso ter controle dos seus gastos para saber se eles estão de acordo com o que você arrecada e onde você pode fazer cortes caso seja necessário.

Mas o principal pronto que você deve observar é que os custos devem se manter menores que a receita para que sua imobiliária não dê prejuízo.

Indicadores Comerciais

Você precisa acompanhar sempre o número de imóveis vendidos e alugados, assim você consegue avaliar a sazonalidade do seu negócio, as oscilações do mercado e, principalmente, a produtividade de sua equipe.

Além disso, é preciso acompanhar também quantos negócios são efetivados do total de clientes em potencial atendidos. Assim, é possível saber qual o esforço é feito para cada negócio efetivado e traçar metas para melhorar seus resultados.

Indicadores de Marketing

Quanto ao marketing, vários indicadores devem ser observados, como por exemplo quais investimentos estão dando mais retorno. Além disso, é importante acompanhar junto de suas próprias ações quais ações estão sendo feitas por seus concorrentes, para garantir que sua imobiliária esteja sempre de acordo com o mercado.

Indicadores de Satisfação

Se suas finanças estão bem, suas vendas e aluguéis estão positivos e seus investimentos em marketing estão dando retorno, existe ainda mais um fator que deve ser observado, pois pode gerar problemas em médio e longo prazo: a satisfação dos seus clientes.

Esse tipo de indicador é fácil de ser levantado, bastando fazer pesquisas periódicas com seus clientes, e pode trazer informações úteis sobre o que está sendo feito de certo e errado na relação com seus clientes e prospects.

Para obter sucesso na gestão com o uso dos indicadores, é importante ter cuidado com todas as áreas (financeira, comercial, marketing e gestão de clientes) garantindo equilíbrio e bons resultados.

Também é preciso garantir que quando algum indicador estiver abaixo do desejado, sejam tomadas medidas imediatamente para resolver os problemas e não gerar impacto negativo no seu negócio.

Além disso, para que o uso dos indicadores traga benefícios para a sua gestão, é preciso que ele seja feito de maneira constante e que seja acompanhado da padronização de seus processos, garantindo que seus resultados mostrem de fato a realidade do seu negócio.

O uso de indicadores é um bom passo para a profissionalização da gestão da sua imobiliária, mas ele não é o único. implementamos um programa, desenvolvido pelo SISTEMA COFECI – CRECI, que pode ajudar e muito o seu negócio.

Conheça já nosso programa de qualidade imobiliária e veja como ele pode ajudar a melhorar seus lucros.